Em 2014 foi lançada a Rota dos Cafés com História como forma de divulgar e preservar o património de indiscutível valor destes espaços. Agora a rota passou a livro com 23 cafés históricos situados de norte a sul do país.

Há cafés onde se respiram e se escutam histórias, conversas, troca de ideias que acabaram por ditar a cultura, a literatura e a política ao longo dos anos. Locais por onde passaram figuras marcantes e incontornáveis da nossa história e que faziam parte da vida intelectual de uma época. Em 2014 foi lançada a rota de Cafés com História com o objetivo de divulgar esses mesmos espaços, não só das grandes cidades como Lisboa e Porto, mas também em outras pequenas localidades espalhadas um pouco por todo o país. Vítor Marques, gerente do café de Santa Cruz, foi o mentor do projeto e quis sobretudo fazer uma divulgação mais vasta destes espaços com história, para além dos mais conhecidos nas grandes cidades. Para isso, fez-se à estrada e percorreu o país de norte a sul e em 2014 foi oficialmente divulgada a rota no café de Santa Cruz. O seu principal objetivo foi sobretudo realçar o papel dos cafés na vida cultural e social da cidade e mostrar que devem ser também um local a visitar. Tal como Vítor Marques refere ‘’promover a vida aos cafés quando se vai a uma cidade’’.
São 23 cafés em 12 cidades do país que estão agora ilustrados em livro. Ficaram de fora mais 16 por limitação de meios em que incluía espaços nos arquipélagos dos Açores e Madeira. O livro editado pela Caleidoscópio e assinado por Nuno F. Santos, conta com versão em língua inglesa. Os CTT também pegaram na ideia e lançaram uma coleção de seis selos, seguindo-se a edição futura de um outro livro com base na lista dos mesmos 23 cafés.
Estes são alguns dos cafés com história presentes no roteiro com fotografias de Jorge Simões.

Café ”A Brasileira” desde 1907, Braga.

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença 

Café ”Piolho”, desde 1909, Porto.

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença

Café ”Santa Cruz”, desde 1923, Coimbra.

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença

Pastelaria Benard, desde 1868, Lisboa.

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença

Café ”Arcada”, desde 1942, Évora

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença

Café ”Calcinha”, desde 1928, Loulé.

(Imagem: Reprodução Radio Renascença)

Imagem: Reprodução Radio Renascença

Fonte: Publico

Isabel Bernardo
Isabel Bernardo
Nascida e criada em Lisboa, tem a literatura, línguas e turismo como formação e um carinho especial pelo património, história, escrita e música. Entra nesta aventura, pelo gosto que tem em construir historias e passeios e pelo contacto com as pessoas. Fora da Rota é isso mesmo! Uma viagem enriquecedora entre amigos, mostrando os encantos de Portugal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *