Mouraria está na moda. É onde se unem o fado, a tradição e a multiculturalidade. São cheiros, cores e sons que fazem deste bairro algo muito especial no coração de Lisboa. Fomos passear pelas suas ruas, encontrando os vários mundos deste bairro.

Tudo começou com a chegada de D. Afonso Henriques a Lisboa com as suas tropas. A cidade foi conquistada pelos cristãos em 1147 e os mouros foram ”convidados” a sair. Parte da população muçulmana acabou por ir viver nos chamados arrabaldes, fora das muralhas da cidade. Assim nasceu a Mouraria.

Ao longo da sua história, este bairro, apesar de se situar no centro da cidade, foi quase sempre considerado marginal, um mundo à parte. Foi crescendo aos poucos, convivendo nas suas ruas estreitas e labirínticas com uma população empobrecida, marginal, de prostitutas e marialvas. Diz-se que aqui nasceu o fado e isso é defendido orgulhosamente pelos moradores do bairro. Severa, mulher da vida, apaixonada e de personalidade forte foi a sua primeira diva. O romance que a levou à perdição com o Conde de Vimioso fez com que o fado fosse transportado para as classes mais altas, começando, assim, a sua fama.

Mouraria

Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours

(Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours)

Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours

Depois de Severa veio Amália, Argentina Santos, Fernando Maurício, o filho mais querido do bairro e Mariza, entre tantos outros nomes que construíram a história do fado e da Mouraria.

Hoje em dia o bairro é cheio de contrastes. Evoluiu para um espaço onde convivem pacificamente várias comunidades dos vários continentes. Chegando à parte baixa da Mouraria, onde incluímos o Martim Moniz, testemunhamos essa convivência pacífica: um ponto de encontro das várias comunidades que vivem e trabalham no bairro. É o mercado de Fusão com gastronomias mundiais. Um lugar trendy para passar o final do dia, onde dois centros comerciais, símbolos do betão e da falta de cuidado arquitectónico, albergam o comércio, sobretudo de origem asiática. Entramos no centro comercial da Mouraria e surpreendemo-nos pela azáfama e diversidade cultural.

(Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours)

Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours

(Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours)

Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours

Um outro mundo encontramos ao caminhar pela Rua do Bemformoso. Azáfama ao som de outras línguas, outras vestes e outro comércio. Já na parte alta do bairro, na Rua das Farinhas, encontramos os sons e sabores de África. Nessa zona do bairro encontram-se, igualmente, outros ambientes. Um contraste onde se preserva a população mais idosa, a tradição e os novos habitantes do bairro. O fenómeno de gentrificação invade devagarinho…

(Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours)

Imagem: Isabel Bernardo, Fora da Rota Tours

Uma visita à Mouraria é tudo isto e muito mais. Um bairro em Lisboa, vários mundos num bairro!

Isabel Bernardo
Isabel Bernardo
Nascida e criada em Lisboa, tem a literatura, línguas e turismo como formação e um carinho especial pelo património, história, escrita e música. Entra nesta aventura, pelo gosto que tem em construir historias e passeios e pelo contacto com as pessoas. Fora da Rota é isso mesmo! Uma viagem enriquecedora entre amigos, mostrando os encantos de Portugal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *