Lisboa tem uma vasta oferta cultural e artística que não deixa ficar ninguém indiferente. Além disso, temos muitos museus e até já referimos alguns no nosso blog – (ver aqui). Acrescentamos mais na nossa lista. Alguns não têm ainda dois anos e outros estão previstos abrir ainda este ano. Só bons motivos para sair de casa.

Museu dos Coches

Reprodução de outro site (Imagem: Reprodução Publico)

Imagem: Reprodução Publico

Este é o museu mais visitado em Portugal. Passados uns anos, cresceu a necessidade de fazer um novo museu com mais espaço e infraestruturas mais apropriadas para apoio técnico. Eis que surge o novo edíficio também em Belém, da autoria do arquiteto brasileiro, Paulo Mendes da Rocha. E se pensam que o anterior edifício do museu, o antigo Picadeiro Real, ficou ao abandono, desenganem-se. Ele ainda faz parte integrante do museu com coches e uma galeria de pintura da família real em exposição, bem como um conjunto de acessório de cavalaria.

Onde – Avenida da Índia, nº 136
Quanto: Museu Nacional dos Coches – 6€ / Picadeiro Real – 4€ /Bilhete Coches (MNC + Picadeiro Real) – 8€
Horário: Aberto das 10h às 18h (terça-feira a domingo) / Última entrada às 17h30.
Fonte: Património Cultural

Museu do Ajube – Resistência e Liberdade (2015)

Reprodução de outro site (Imagem: Reprodução CM Lisboa)

Imagem: Reprodução CM Lisboa

O Museu do Ajube é um museu municipal desde 2015 e foi criado com o objetivo de recriar a memória do período da ditadura entre os anos de 1926 a 1974 homenageando a resistência contra o regime. O espaço alberga o que era anteriormente uma antiga prisão política do Estado Novo, a ditadura liderada por António de Oliveira Salazar. Em quatro pisos o museu apresenta exposições temporárias, exposições permanentes com objetos arqueológicos, um auditório e uma cafetaria com uma bela vista sobre a Sé Catedral e o rio Tejo.

Onde: Rua de Augusto Rosa, 142
Quanto: Entrada Livre
Horário: Aberto das 10h às18h (terça feira a domingo – excepto feriados)
Fonte: Museu do Aljube

Museu do Dinheiro

(Imagem: Reprodução Visão)

Imagem: Reprodução Visão

Igualmente inaugurado em 2015, o museu apresenta-se como tema principal… dinheiro. Parece óbvio, mas o dinheiro tem uma história para contar e vale mesmo a pensa fazer uma visita. O edifício é extraordinário. Situado nas traseiras do Banco de Portugal foi antes a igreja de São Julião. A história do dinheiro é nos contada através de recursos tecnológicos de multimédia. Também interessante é encontrar vestígios da muralha de D. Dinis, com 700 anos.
Onde – Largo de São Julião
Quanto – Entrada Livre
Horário – Aberto das 10h00 às 18h00 (quarta a sábado)
Fonte – Museu do Dinheiro 

MAAT (2016)

(Imagem: Reprodução Meios e Publicidade)

Imagem: Reprodução Meios e Publicidade

O MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia) é mais um museu da fundação EDP (empresa da Electricidade de Portugal) que se destaca pela sua arquitetura moderna à beira-rio. Demorou 5 anos a ser construído e é composto por quatro salas: Oval (mil metros quadrados) Galeria principal, Project Room e Video Room. É também mais um miradouro com vista para o rio. Quem quiser pode passear pelo topo do edifício, pois a cobertura foi pensada como sala ao ar livre. A partir de março deste ano vamos poder contemplar um jardim que liga o MAAT ao antigo edifício do Museu da Eletricidade.
Onde: Avenida Brasília
Quanto: 5€ / Entrada Livre no primeiro domingo de cada mês
Horas: das 12h às 0h00 de quarta a segunda.
Fonte: Observador

E a estrear….

Museu Judaico (2017)

(Imagem: Reprodução Chevra Kadisha)

Imagem: Reprodução Chevra Kadisha

Com o objetivo de não esquecer a presença judaica em Lisboa, está a ser construído um museu dedicado à sua memória com inauguração prevista este ano. Situado em Alfama o museu irá contar não só com uma área de exposição como também com um centro de documentação.
Fonte: Publico

Museus de Arte Deco e Arte Africana (2017)

(Imagem: Reprodução Lisbon Lux)

Imagem: Reprodução Lisbon Lux

Joe Berardo é conhecido não só pela sua fortuna como também por ser um grande mecenas das artes. Com coleção de arte vasta invejável tem o projeto de abrir mais dois museus em Lisboa ainda este ano. Um será em Alcântara, bem perto do MAAT, dedicado à Arte Deco. O outro ficará instalado no Bairro Alto e colocará em exposição a sua coleção de obras africanas.
Onde, Quanto e Horas? Em breve iremos dar mais detalhes. :)
Fonte:  NiT

Isabel Bernardo
Isabel Bernardo
Nascida e criada em Lisboa, tem a literatura, línguas e turismo como formação e um carinho especial pelo património, história, escrita e música. Entra nesta aventura, pelo gosto que tem em construir historias e passeios e pelo contacto com as pessoas. Fora da Rota é isso mesmo! Uma viagem enriquecedora entre amigos, mostrando os encantos de Portugal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *