DSCF6006
Parques secretos de Lisboa
15 Abril, 2016
(Imagem: Reprodução Notícias ao Minuto)
[:en]Our suggestions for a long weekend[:pt]Sugestões para um Fim de semana prolongado[:]
22 Abril, 2016

[:en]New routes of military tourism in Portugal[:pt]Novas rotas de Turismo militar em Portugal[:]

(Imagem: Reprodução Jornal de Mafra)

[:en]

If you always liked history, castles, and imagined as a child battles and sword fights, then you would like to know that new touristic routes are being developed, different from the conventional itineraries. Military tourism is, therefore, a new bid to explore. The novelty is launched forward by the Expresso newspaper.

The routes are still under development throughout the country, but the idea is already pinned to the ground. These routes were created to be able to run from the traditional, covering stories and curiosities linked to wars and battles, and castles and forts that are scattered all over the region. This new touristic product is being valued more and more by tourists, and it is highly encouraged by the Central Tourism and the Military Tourism Association.

Initiated merely in September last year, the Association aims to create, all in all, seven routes during this year. The first ones, which were already implemented, can be experimented in the Centre and in Alentejo, places that are most prepared to receive tourists. The idea behind is to create a type of Tripadvisor, as well, so that ‘the routes are recognised as the most important landmarks’ explains Álvaro Covõe, president of the Association. It is the responsibility of the Association to search, together with the local institutions, the best hotels and restaurants that round up these touristic activities.

These routes have as an objective the attraction of a homogeneous group, between 8 and 80 years old, local and international. The appeal is based on the imaginary recreated by storytelling. The history of Portugal is full of happenings deeply linked to the military history starting from Viriato, continuing with the Roman Invasions, the Discoveries and the French Invasions. ‘An enormous potential to discover’, asserts the president of the Association.

The article mentions some sites that are part of the military history. We highlight these to arouse your curiosity a little more.

Military Museum of Almeida

Located in Almeida, a village that belongs to a network of historical villages, this museum was opened in 2009. It has a spread out collection in within 20 rooms, divided by periods, from the Middle Age until the First World War.

Military Museum of Buçaco

(Imagem: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

(Image: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

Opened in 1910, and celebrating the centenary of the battle of Buçaco, it glorifies the heroic fighting of the Anglo-Portuguese troops during the Peninsular War (1808-1814). Re-designed in 1962, it exhibits valuable collections of arms, uniforms and equipments used in the battle. You can also find there panels illustrating the achievements and the courageous Portuguese behaviour.

The Script of the Templars

A 14-places route, castles, churches and monasteries between Tomar, Torres Novas, Abrantes and Mação share stories about the origins of Portugal and the important role the Templars played. (XIIth and XIVth centuries)

Interpretation Center of the War of Aljubarrota

The center was created in 2002 and it is situated in the field where the Aljubarrota battle took place (1385), and where Anglo-Portuguese troops fought against the Franco-Castilian army. Visitors are invited to know more about the battle field of Batalha and the most important sites.

The Linhas de Torres Route (Torres Vedras and Sobral de Monte Agraço)

This is a route that presents the most important historical facts which occurred during the Third French Invasion (1810). It reminds of the places occupied by Wellington and his troops. The route can be done in various ways – by bike, by car, or even walking.

Defense Route of Alentejo

Twenty-four sites are part of this route, depicting the battles and the fortified border areas. The portrait of Dinis de Melo Castro is highlighted. During the Restoration War (1640-1668), this hero was a defender of the frontiers of Alentejo. He suffered more than 22 wounds in more than 111 battles. What a terribly brave defender!

And, for those interested in discovering these routes, an app was developed for Android and iPhone. This comes to support the visitors in their search to discover which routes are available, which places can be seen and more information about these options.
For more details, see here.

Translation by Ioana Bota[:pt]

Se sempre gostaram de história, castelos, e recreavam na sua imaginação de infância batalhas e lutas de espada, certamente irão gostar de saber que estão a ser desenvolvidas novas rotas, longe dos percursos convencionais. O Turismo militar será, assim, uma nova aposta a explorar. A notícia é avançada pelo jornal Expresso.

Estão ainda em fase de desenvolvimento por todo o país, mas a ideia já está assente. Fugir ao convencional, percorrendo histórias e curiosidades ligadas a guerras e batalhas, castelos e fortes que estão espalhados um pouco por todo o lado.  Cada vez mais tem sido valorizada esta vertente enquanto produto turístico, bastante incentivado pelo Turismo Centro e pela Associação de Turismo Militar.

Criada apenas em setembro do ano passado, esta associação conta em criar ao todo, sete rotas durante este ano. As primeiras, já feitas, situam-se no Centro e Alentejo, estando os locais preparados para receber os turistas. A ideia é  de fazer, também, uma espécie de Tripadvisor, para que ”nas rotas sejam reconhecidos os pontos de referência mais importantes” explica Álvaro Covões, presidente da Associação. Cabe à responsabilidade da Associação de analisar, junto das entidades locais, os melhores hotéis e restaurantes que complementam a atividade turística.

Estas rotas têm como objetivo atrair um grupo bastante heterogéneo, dos 8 aos 80, nacional e internacional, através do imaginário recriado pelo storytelling. A história de Portugal está repleta de acontecimentos intimamente ligados à história militar desde o Viriato, passando pelas Invasões Romanas, os Descobrimentos e as Invasões Francesas, ”um potencial enorme para explorar.” afirma o presidente da Associação.

No artigo são mencionados alguns locais que fazem parte da história militar. Destacamos estes para aguçar um pouco mais a curiosidade:

Museu Militar de Almeida

(Imagem: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

Museu de Almeida (Imagem: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

Situado em Almeida, aldeia que pertence à rede de aldeias Históricas, este museu foi inaugurado em 2009 e conta com um acervo espalhado em 20 salas e divido em épocas desde a Idade Média à I Guerra Mundial.

Museu Militar do Buçaco

(Imagem: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

Museu Militar do Buçaco (Imagem: Reprodução Turismo de Portugal Centro)

Inaugurado em 1910, celebrando o centenário da batalha do Buçaco, que enaltece a ação heróica das tropas anglo-lusas durante a Guerra Peninsular (1808-1814). Remodelado em 1962, expõe valiosas coleções de armas, uniformes e equipamentos utilizados na batalha. Encontram-se, também, painéis ilustrando os feitos e o comportamento corajoso dos portugueses.

Roteiro dos Templários

(Imagem: Reprodução Guia da Cidade)

Castelo Templário de Tomar (Imagem: Reprodução Guia da Cidade)

Uma rota de 14 locais, castelos, igrejas e conventos entre Tomar, Torres Novas, Abrantes e Mação que contam histórias ligadas à fundação de Portugal e o papel importante dos templários. (sécs XII a XIV)

Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota

(Imagem: Reprodução Turismo de Portugal)

Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota (Imagem: Reprodução Turismo de Portugal)

Criado em 2002 e situado no campo onde a Batalha de Aljubarrota decorreu (1385) enfrentando tropas anglo-portuguesas contra franco-castelhanas. O visitante é levado a conhecer  o campo da Batalha e os locais mais importantes.

Rota das Linhas de Torres (Torres Vedras e Sobral de Monte Agraço)

(Imagem: Reprodução Jornal de Mafra)

Linhas de Torres (Imagem: Reprodução Jornal de Mafra)

Percurso que nos conta os fatos mais importantes durante a Terceira Invasão Francesa (1810), passando pelos sítios ocupados por Wellington e as suas tropas. Percurso que se poder fazer de diversas formas – de bicicleta, a pé ou de carro.

Roteiro da Defesa do Alentejo

(Imagem: Reprodução Arronches em Notícias)

Forte da Graça (Imagem: Reprodução Arronches em Notícias)

Faz parte deste roteiro 24 locais alusivos a batalhas e zonas fronteiriças fortificadas. Destaca-se a figura de Dinis de Melo Castro. Na Guerra da Restauração (1640-1668), este herói foi um defensor da difícil fronteira do Alentejo, tendo sido ferido 22 vezes em mais de 111 combates. De valentia!

Também como suporte aos interessados em descobrir estas rotas, foi desenvolvida uma aplicação para Android e Iphone, onde podem consultar os percursos disponíveis, os locais a visitar e mais informações sobre os mesmos.  Ver aqui.[:]

Isabel Bernardo
Isabel Bernardo
Nascida e criada em Lisboa, tem a literatura, línguas e turismo como formação e um carinho especial pelo património, história, escrita e música. Entra nesta aventura, pelo gosto que tem em construir historias e passeios e pelo contacto com as pessoas. Fora da Rota é isso mesmo! Uma viagem enriquecedora entre amigos, mostrando os encantos de Portugal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *