The Paiva Walkways, in the area of Arouca, since its first opening, has been one of the biggest attractions in the area, receiving thousand of visitors. Situated in the Metropolitan area of Porto, in the North Region of Portugal, the Walways are 8 km of natural landscape, almost untouchable, following the Paiva river’s bank, above its cliffs.
However, in September last year, 600 metres of this path suffered a fire which destroyed part of the walkway. Fortunately, there were no wounded, but the town council was forced to close it to reconstruct the area destroyed and also to improve other parts of the walkway.
Its reopening was made this Monday, with a few changes, to avoid any similar cases like the fire, mainly during days with more visitors, making it easier for rescue operations.
This way, the council has decided to limit the access to the structure. At this moment, it is available online a platform for those interested in walking more than the free access of 1 km. For that they will have to apply for a permission to get on the walkway, presenting later the authorization to the employees that will be at the three main entrances.
The entrance will also be paid, and it only costs 1€. ‘‘One euro is nothing, even if we evaluate by the pressure that we have been having from hotel chains and tourism agencies, with everyone asking us when it will be reopened’’, defends José Artur Neves, Arouca’s Council president. ‘’And the Arouca residents will have a free access card to the place, so that they can go when they want’’, he adds, though referring that the card also has a price.
As soon as the weather invites us for a nice stroll in the nature, going to Arouca and enjoying the natural landscapes of Paiva river, are a good alternative for a ‘’Fora da Rota’’ (Out of the route) weekend! Source (in Portuguese)

More information about the Paiva Walkways  here.

paiva3 paiva2

Os Passadiços do Paiva, na zona de Arouca, desde a sua primeira inauguração, foi uma das maiores atrações da zona, recebendo milhares de visitantes. Situados na área Metropolitana do Porto, Região Norte, os Passadiços são 8 km de paisagem natural, quase intocável, seguindo as margens do rio, por cima das escarpas do rio Paiva.

No entanto, em Setembro do ano passado, 600 metros desse percurso sofreram um incêndio, destruindo parte do passadiço. Felizmente não houve feridos, mas a autarquia viu-se obrigada a fechá-lo para obras de recuperação, aproveitando por fazer outras alterações. A sua inauguração foi feita esta segunda feira,  com algumas alterações, para evitar que casos semelhantes ao incêndio ocorram novamente, sobretudo em dias de maior afluência, facilitando as operações de socorro. Desta forma,a autarquia decidiu impor limites de acesso à estrutura. Está, neste momento, disponível online uma plataforma em que os interessados em fazer mais do que 1 km de acesso livre,  terão que se inscrever para solicitar o seu direito de entrada, apresentando depois o comprovativo dessa reserva aos funcionários que estarão nas três entradas principais do passadiço.

A entrada ao passadiço passa a ser paga pelo valor de 1 euro. “Um euro é uma quantia irrisória, até a avaliar pela pressão que temos sentido por parte das unidades hoteleiras e das agências de turismo, com as pessoas sempre a perguntarem quando é que reabrimos o passadiço”, defende José Artur Neves, presidente da Câmara de Arouca. “E os cidadãos de Arouca terão um cartão de acesso gratuito ao local, para irem lá as vezes que quiserem”, acrescenta, embora referindo que a emissão do documento também terá um custo.

Estando o tempo convidativo a passeios, sem dúvida, que ir até Arouca e apreciar as paisagens naturais do rio Paiva, serão uma boa alternativa para um fim-de-semana ‘‘Fora da Rota’’! Fonte

Mais informação sobre os Passadiços do Paiva e inscrições encontram aqui.

 

Isabel Bernardo
Isabel Bernardo
Nascida e criada em Lisboa, tem a literatura, línguas e turismo como formação e um carinho especial pelo património, história, escrita e música. Entra nesta aventura, pelo gosto que tem em construir historias e passeios e pelo contacto com as pessoas. Fora da Rota é isso mesmo! Uma viagem enriquecedora entre amigos, mostrando os encantos de Portugal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *